sexta-feira, agosto 27, 2010

Encontro-te






















Encontro-te

S. Holtz

Encontro-te assim...
toda enfeitada para mim,
de flores vestida.
Por que pensar em partida?
De ti vertem aromas e sabores
que a cada carícia eu sinto.
Dispo-te das flores
e com meus beijos te pinto.
Esboço tuas formas nessa tela,
como se fosse uma aquarela,
mas, onde estará tua imagem,
teria sido uma miragem?
Neste momento, então,
invade-me a paixão.
Tu não estiveste aqui,
foi em sonho que te vi.
Ao despertar,
quis matar a saudade,
mas, aos poucos,
é ela que irá me matar.

S. Holtz

Marcadores: , ,

1 Comments:

At 9:22 PM, Blogger Tânia Ailene said...

Querido Sérgio.
Não sei se a pergunta agora já com a resposta que você mesmo encontrou rs, ficou a seu gosto.
Adorei esse poetar tão seu que me encanta, voltarei muitas outras vezes a saborear de teus versos, afinal fã é uma coisa terrivel, quando gosta corre atrás da poesia.
Amei seu blog, adorei estar aqui e quando puder visite-me será um prazer sou blogueira como você.
Beijos sempre
Tânia Ailene
*.~.*Nu@_Poesi@*.~.*

 

Postar um comentário

<< Home